segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Encomenda para JecaTatu

A inda que eu a fizesse sem inspiração
N ada valeria uma poesia sem razão?
A inda que pseudo-encantado pela JecaTatu
N ão haveria roda de dança de maracatu
D ar-te-ia, talvez, parcelas de gentileza
A ssim ficaria - sensível feliz - repousada em tua nobreza

5 comentários:

Meu Manifesto disse...

"Dar-te-ia" é foda...
Forçou...

TeXucoO disse...

Minha mãe sempre gostou do Jecatatu xD
asuhushaus
Beijos

Mauricio disse...

legal o blog!!!

http://lucrocomptc.blogspot.com/

Malu e Eliana disse...

Muito legal o blog!

ﻝefferson Anglesorath disse...

Deixar-te-ei um comentário: fazes acrósticos e não sabias rs