quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O assalto!


Ele ia andando na rua, acompanhado de um amigo. Era uma noite estranha, a visão um tanto turva, uma sensação estranha. Estavam apressados, andavam muito rápido. Conversavam sobre a violência das cidades, sobre a ganância e a necessidade doentia de dinheiro e sobre os assaltos.

Enquanto conversavam um homem se aproximou, mostrou a arma por debaixo da blusa e pediu o dinheiro. O amigo entregou a carteira. Ele pegou uma nota que tinha no bolso da frente e entregou; quando colocou a mão no bolso de trás para pegar o restante do dinheiro, o ladrão se assustou e atirou. A bala pegou no abdome. Enquanto ele caia o bandido correu. No chão, ele viu o amigo desesperado, gritando por ajuda. Viu o sangue saindo e colocou a mão pra tentar diminuir a hemorragia.

A visão foi ficando cada vez mais escura, e então, se viu em cima da cama, tinha acordado.

Ficou triste por causa daquela alma. Não percebia que estava morta, e continua a fazer as mesmas coisas que fazia em vida. As mesmas alegrias, prazeres, dramas, tristezas, etc. Continuava a roubar. E ficou triste por si próprio, por ser tão parecido com aquela alma, por não ter percebido que aquilo era um sonho, e porque irá repetir tudo o que faz em vida depois que morrer. Ficou triste por estar adormecido.

40 comentários:

TeXucoO disse...

Acho que eu também ficaria ;~

Obrigada pelos parabéns.

Beijos

Suicida Medroso disse...

profundo
curti o blog
to seguindooo

passa no meu
se tiver tempo:
http://www.suicidamedroso.blogspot.com/

Fernanda disse...

opa!
gostei, super bem elaborado e tal... e a vida continua, fria, escura, estranha e cheia de assaltos.
roubam até sorrisos.

KGeo disse...

pulta historia impressionante,

Vini e Carol disse...

Até o último parágrafo eu estava entendendo, depois me confundiu! ¬¬
Deu a entender que quem morre é o ladrão, e não o cara que estava sendo assaltado.
Abç.

SERJAO_O_MARMANJJUS disse...

fiquei confuso, quem morreu?
o ladrão?
mas era só um sonho não era?
se foi só um sonho menos mal, por que a realidade é essa mesma, os ladrões estão a solta, um descuido e pronto eles apaecem e nos levam o nosso sossego.

Marii G. disse...

conto sobre a vida ?rs é, as pessoas roubam sentimentos, e esse é o pior assalto que tem ._.
mas sobre o texto, quem morreu ? '-' eu não entendi o final aí! :x
eu sou pessima em ler/interpretar! haha!

enfim! o blog tá maneirão \o/
visita o meu?
http://www.nadaaverpontocom.blogspot.com/

Naya Rangel disse...

Nossa ... que triste =/ Mas quem morreu? ~^ Essa foto me lembra um sonho que eu tenho já faz anos!

Abraços!

Suicida Medroso disse...

demais o blog

seguindooo

passa no meu??
http://www.suicidamedroso.blogspot.com/

ReWiLL disse...

No fim eu fiquei confuso :S Mas mto bom o post..

Da uma passada la no meu tb..
http://rewillian.blogspot.com/

Astréia disse...

De fato é meio confuso e por isso interessante...Entretante é preciso que no final isso se torne claro! Nos dois primeiros parágrafos pensei que "Ele" também era um ladrão e se viu no outro, mas no último me embananei toda...rs

Escorpiana disse...

confesso que fiquei confusa também... mas adorei o texto.
parabéns pelo blog

Jel S. disse...

Putz! Que texto foda,cara!
Gostei mesmo não é média por não ter o que dizer :D

Vou te seguir!
___
http://planetabandonado.blogspot.com/

esperaemdeus.com disse...

Lindo texto...
Fui me envolvendo com a história!
Gosto muito de contos assim...
=)

TeXucoO disse...

Mas é bem desse jeito mesmo que ele fala.

Que legal, não sou só eu na fase romantica *-*
ahsuhaus

Beijos

Nando! disse...

Também fiquei meio confuso..
Sobre quem morreu?
Foi o ladrão?

Mas o post tá legal!

SO.L. disse...

Os problemas do breu.

Mas ainda sou filha e amante da minha sociedade futurista. O filho ama o pai, independente da maneira que ele seja.

Blogueira disse...

Interessante a história.
http://saudeecompanhia.blogspot.com/

Verdelone disse...

O bom conto, apesar de curto bem chamativo para leitura...
Abraços Rui
Cia dos Botecos www.ciadosbotecos.blogspot.com

Raphael disse...

Que história heim ...
Gostei do blog :)

Abraços;
http://raphaelmuniz.blogspot.com/

Arthur A. Melo. disse...

muito bom,
fui assaltado duas vezes ano passado,
é sinistro, mas foi meio engraçado.
HAHAHAH

Diego Janjão disse...

Putz, no fim era apenas um sonho?

era isso mesmo?

OO'

Que história!

Inez disse...

Assalto, morte, infelizmente essa é uma triste realidade dos grandes centros urbanos. assim como é realidade também não aceitar a morte e continuar fazendo o mesmo que se fazia em vida.

Cacá :D disse...

Mt bom :D
Ameei o blog :)
beeijos
http://vidaemrabiscos.blogspot.com/

Ana Castanheira disse...

Adoro esse tipo de hist´riass
Sõa demais
Tbm faço as vezes
:D

Adoreii demais
http://maisumeraumavez.blogspot.com/

LuCca'z disse...

Gostei muito do Blog!
se precisar de Edição de Templates...
Lucas_lso@hotmail.com

Nova Quahog disse...

SOMBRIO:P
MUITO BOM!

iti disse...

triste,...

Diih disse...

nossa q profundo
adorei parabens pelo post e pelo

blog

abraçs

JuANiTo disse...

O ultimo paragrafo me deixou confuso.
Não consiguir compreender sobre o q estava falando...
Mas comecou e desenvolveu bem!
Abraço

PanPum Flûor disse...

muito bom o texto
lembrou muita uma cronica de um amigo

Publicidade Esportiva disse...

Olá!

Estou aqui retribuindo sua visita e aproveitando a oportunidade pra dizer q gostei muito do formato do seu blog e da maneira como vc trata os assuntos.

São ótimos textos, continue assim que vai ser sucesso smepre!

Saiba q vai ser sempre bem-vindo ao meu blog!

Abraços

http://publicidadesportiva.blogspot.com/

KyllMila_Mandhalla. disse...

Nos roubam tudo, as coisas principais para seguir a vida há pessoas que ainda querem pelo fato de não poder conquistar, nos roubam: amor, paz, serenidade, sorrisos...!

Adorei seu blog!
:)

Beijos e muito obrigada em comentar no meu blog!

www.etudoquepenso.blogspot.com

Mayara disse...

Gostei muito do texto, a forma como escreveu e tudo mais *-*
hahaha, adorei o blog, bj

Karla Hack disse...

Parecia um conto simples de suspense... foi bem mais profundo!
Gostei!
;D

Karla Hack disse...

Parecia um conto simples de suspense... foi bem mais profundo!
Gostei!
;D

Karla Hack disse...

Parecia um conto simples de suspense... foi bem mais profundo!
Gostei!
;D

Jân Bispo disse...

Eu realmente gostei, li o inicio e imaginei que seria um conto rapido sobre um assalto que provavelmente cairia num clichê, me surpreendeu o tom reflexivo que tem o final, paranbéns, sucesso!

Bruna Cabral disse...

Realmente ótimo..

Apesar de confuso, não deixa de ser bom!!!

=)

Parabéns
bjos

Bruna Cabral disse...

Realmente ótimo..

Apesar de confuso, não deixa de ser bom!!!

=)

Parabéns
bjos