sexta-feira, 11 de setembro de 2009

EGO


Então, está certo, confirmado. Entendo a confusão que sou, porém, não compreendo. Tudo é uma revolução sangrenta, sombria; não há paz. Tudo o que sou é uma desordem micro-cósmica.

- Nossa, que sol lindo! Como gosto do calor.
- Mas uma chuva cairia bem, adoro tomar banho de chuva.
- Vou fazer um suco, está quente.
- Bebo água. Já começou o jogo e não quero perder nenhum lance.
- Está passando uma reportagem interessante no outro canal, posso ver o jogo no segundo tempo.
- Preciso visitar um amigo.
- Faço isso outra hora.
- Meu Deus! Tenho que estudar
- A preguiça me toma.
- Estudo mais tarde.
- Hoje não, amanhã.
- Amanhã tenho que ir...
- CALEM A BOCA!

Há dentro de cada um de nós vários personagens, que lutam entre si, cada um querendo impor a própria vontade. Somos uma marionete e nossas vidas um grande teatro, destino feito, cartas marcadas.
Desejos, vontades, medos, esperanças... São sonhos, sonhos de uma ilusão. Ilusão provocada por seres estranhos, inumanos, que tomaram nossa alma, nosso templo. Não percebemos, mas estão em nós.
Pode parecer loucura, e é! Tudo isso aqui é uma grande loucura, nós somos uma grande loucura. Nossa vida é uma corrida doida procurando satisfazer nossos desejos que no fim em nada resultam. Vem uma onda a destruir nossos castelos de areia, vem a morte e o fim das coisas temporárias.
Preocupações, conquistas, dores e tudo mais. Amamos tanto isso, sem motivo, sem lógica.

- O texto está uma porcaria.
- Não, está ficando bom.
- Poderia estar fazendo melhor.
- Por que não desisto de escrever?
- Nem pense nisso.
- Vou parar e ficar batendo papo no msn.
- Não, vou comer alguma coisa. Não tenho fome, mas quero comer.
- Está indecisão me mata.
- Vou ver um filme.
- Ótimo, um filme de terror.
- Não, quero rir, quero uma filme de comédia.
- Talvez, então...
- Silêncio!

Deus, como é difícil o verdadeiro silêncio, o santo calar, a calma interna!
Legiões estão a me torturar! Quantos pecados...

- Quero ouvir música.
- Que não seja Chico. Cansei de ouvir.
- Cordel! Há tempos não escuto
- Mas quero algo novo.
-...


34 comentários:

Diego Janjão disse...

além de um belo texto, é uma realidade do cotidiano do ser brasileiro!

Mimi disse...

"Tudo é uma revolução sangrenta, sombria; não há paz. Tudo o que sou é uma desordem micro-cósmica."


gostei dessa parte, mas é meio pessimista e ao mesmo tempo realista.

Wander Veroni disse...

Olá! É um texto interessante para apresentação, por exemplo. Mas, o mais importante disso tudo que vc falou é nós mesmos sermos protagonistas das nossas vidas. Infelizmente, nem todos conseguem isso.

Abraço

Fernanda Vaitkevicius disse...

Obrigada pela visita e pela oportunidade que por meio dela me deste de conhecer seu canto!

Belíssimos textos.

Parabéns. E mesmo que pensemos em parar de escrever um dia, jamais devemos deixar o que nos faz sentir plenos e preenchidos!

Um beijo.

Café Expresso. disse...

Estamos estudando sobre ego, id e super ego na faculdade.
Na última aula minha professora disse que todo super ego é solúvel em alcool...
Reparei isso no seu texto.
Mesmo ele não falando de alcool e nem de super ego.

Conheça os meus...
Http://aindamaisestorias.blogspot.com


http://blogcafeexpresso.blogspot.com/2009/09/cultura-literal-anna-perera.html


http://estoriasmediocres1.blogspot.com


http://blogcafeexpresso.blogspot.com/2009/09/cultura-literal-victoria-hislop.html

FabioZen disse...

Ego ou alter-ego?A batalha é sangrenta dentro de nós,os vários eus se embatendo violentamente.Que vença o melhor!

luiz scalercio disse...

bellissimo texto.
gostei muito prbns.

Aline disse...

Lindo Rui! vc falou de uma forma muito bonita, e com olhos de um observador detalhista, o que muitas pessoas sentem em vários momentos...
Abração!

Alam Oliveira disse...

O texto como um todo está bastante interessante e condiz com os pensamentos psicanalisticos. Gostei do conteúdo mesmo. Mas uma frase especial me chamou a atenção; "Há dentro de cada um de nós vários personagens..."; e cada vez mais vemos que não é só dentro da gente que "rola" estes conflitos, estes diversos "personagens" estão cada vez mais se esteriorizando e travando esta batalha da nossa personalidade fora da mente. A cada momento somos um ser diferente de nós mesmos!

Valeu pelo comentário lá no http://revolucao29.blogspot.com/; mas não sei se isso é bom ou ruim, mas as duas cidades citadas por vc eu tbm não conheço; conheço Ouro Preto, Sabará, Governador Valadares, Belo Horizonte e microcidades, além de outras de outros estados. É engraçado como acabamos desconhecendo muita coisa sobre a nossa historia!

Eliude A. Santos disse...

SOU EU! Nossa... gostei muito do texto. Essa loucura interna e insatisfação são características naturais da humanidade... somos assim mesmo, nada mais humano que isso...

Ode ao Ego
Eliude

Érik Perin disse...

Meu EGO é gigantesco.... kkkkkkkk

Jean disse...

Eh bem reflexivo

planetadablogueira.com disse...

Conheço muitas pessoas assim, se chove tá ruim, se faz sol, tá reclamando, apenas ego, é estranho como nós nos identificamos assim!

Aproveito para seguir teu blog, adorei os textos

Nocivo disse...

Utilizou muito bem a forma fragmentada de pensamentos num monólogo dialógico, se é que se pode chamar assim. O silêncio é a forma de oração dos orientais (alguns), mas ficou muito boa a estrutura que "desenhou", parabéns!

Marcus disse...

Isso tudo que você falou é verdade, tem horas que a gente quer fazer alguma coisa e mais quer fazer outra... asim é nosso cerebro!

mano maya kosha disse...

idas e vindas internas numa complexidade gratuita que todos tanto apreciamos fazer, e com isso criamos nossa sina as vezes maldita

Drê disse...

Você escreveu isso sozinho:
Maravilhoso o texto. Concordo. Eu por exemplo, tenho muitas vozes dentro de mim (a mais alta é o CALA A BOCA!) rs.
Amei o seu comentário. Profundo.
Gosto de quando me entendem.
Você é muito inteligente.
Gostei de você.
Beijos

 * Cαmilα Penhα ❤ disse...

Isso é a realidade do nosso dia-a-dia!
Otimo texto!!Você escreve de um jeito tão fofo'-'

SUCESSO PARA TI!

Marcela Reinhardt disse...

nossa... muito bom!
você escreve muito bem!
Aproveita e participa do concurso de poesias do meu blog dias a mais
www.marcelareinhardt.blogspot.com

Dayane Pereira disse...

Hey, só não va por essa ai de parar de escrever. Escrever nos ajuda a se entender melhor

Menina X. disse...

ÓTIMO posttt!!!!

me identifiquei lendo seu texto!
se puder visite meu blog

www.ameninax.blogspot.com

beijão

Rodrigo Cavaleiro disse...

[IM]Perfeito...
Não há quem não veja a sí nas linhas que seguem... o texto, expõe, anima, grita um pouco de cada um de nós e em nós.
É curioso pensar em mim dessa forma, mas espere, pelo título do blog...
Pensei... atingí a finalidade...

Adquiriu um seguidor... =)

Jean Leal disse...

Gostei do ritmo do texto, nos remete à realidade que dificilmente é mostrada em versos!
Abraços!

Felipe disse...

Ao mesmo tempo que somos tão diferentes, somos extremamente iguais em pensamentos

http://cerebro-musical.blogspot.com

K.Rafael disse...

Superego contra id. É um briga constante.

Hugo Henrique disse...

Nossa, quantos comentários sem noção! kkkkkkk

Achei muito interessante o seu jeito de escrever. Impulsivo! Escrever o que pensar na hora para retratar o que você quer dizer! Você faz psicologia? Eu adoro psicanálise!

Realmente é torturante o que nosso ego faz conosco, parece realmente que há vários seres dentro de nós tentando ganhar espaço, numa guerra incessante, nos deixando confusos sem saber o que realmente queremos e somos. Mas afinal, nosso querer existe? Nós existimos?

Há quem tem um superego forte e, quem sabe, se torna um alienado na vida, sem se importar em buscar respostas ou se entender. Há aquele que tem muita energia no "id" e só se importa em satisfazer "seus" desejos. Acredito que só aquele que tem um ego forte é que sabe controlar os dois lados e, quem sabe, de fato, conseguir entender ao menos 1% de sua própria complexidade!

AbraçO!
Taí mais um comentário sem noção! _o/

Rodrigo Carvalho disse...

Bom texto..

Bela reflexão...

Muito legal o blog...

Vou seguir vc...

Segue a gente ae tbm!

http://loboguaraideias.blogspot.com/

Diego Janjão disse...

além de um belo texto, é uma realidade do cotidiano do ser brasileiro!

SO.L. disse...

Ser e estar.

Das combinações poéticas mais lindas.

30 e poucos anos. disse...

Olha...até podem existir vários personagens mas o EU deve ser único e ter escolhas, sentimentos e decisões muito bem definidas, resolvidas e claras.

Leo Lagden disse...

Adorei o texto...
Essa briga de personalidades sempre acontece comigo..rsrs

Adorei a frase do blog também...

www.blogdoargonio.blogspot.com
www.abolaeogol.blogspot.com

Dear_Quel disse...

voce entrou na minha cabeça pra escrever isso neh? rsrsrsrsrsrsrsrs

muito bom!

Gaia disse...

Meu Deus quantos pensamentos, infileirados, ou em desordem natural, todos querem ser feitos e validos a pena, mas qual idéia ouvir, qual instito seguir?!

Lilian Negrini disse...

Pelo menos não ouvimos gente morta, acho.....