sexta-feira, 19 de março de 2010

Emuê - O tombo.

Em determinado ponto de sua jornada, Emuê se encontrava caminhando numa estrada cercada por florestas. Vinha pensando em muitas coisas, no passado e no futuro, não mantinha a atenção no que estava à sua volta. Estava completamente distraído. As pessoas vivem sonhando, vivem com a cabeça em outro lugar, passam o tempo todo projetando sonhos, ilusões e problemas na mente, esquecem de viver o presente. Caso Emuê estivesse presente, não teria caído no buraco.
Foi um tombo pequeno, mas suficiente pra machucar a perna e cabeça. Ficou desacordado por alguns segundos, recobrou a consciência e se perguntou onde estava. Mal lembrou de como tinha chegado ali.
Ouviu passos. Viu o rosto de uma senhora, aparentando uns 65 anos. Ela se abaixou e estendeu a mão. Emuê pensou:

- Ela é louca? Não vai ter força pra me tirar daqui.

Mesmo assim ele segurou em suas mãos. Num único impulso a senhora tirou Emuê do buraco, com muita facilidade, sem demonstrar esforço. Uma senhora daquela não podia ter tanta força. Questionou-se se não estava sonhado, chegou a beliscar-se pra ter certeza.

- Muito obrigado, senhora. – disse Emuê
- De nada, meu filho – respondeu a senhora.
- Como a senhora conseguiu me puxar com tanta força?
- Boa alimentação e exercício físico moderado – respondeu a senhora rindo.

Emuê olhou a senhora com muita curiosidade, um certo espanto. Enquanto ele a olhava admirado, ela perguntou:

- Como foi cair neste buraco?
- Eu estava andando distraído, não vi o buraco.
- Se estivesse andando com a atenção que me olha agora, se estive consciente, não teria caído.
- Tem razão.
-Mas este é um grave problema do seu mundo, as pessoas sonham demais, vivem como sonâmbulas. Às vezes visito seu mundo. Vi algumas notícias da sua terra, de pais que esqueceram os filhos em seus veículos quente e sem ar, e os filhos morreram. Isso acontece porque dormem, dormem acordados. Se estivessem despertos, conscientes, com a atenção que você tem agora, tais tragédias não teriam acontecido.
- A senhora consegue passar sempre pro meu mundo! Como consegue?
- Eu tenho as chaves.
- Quais chaves?
- Quem sabe um dia você não descubra. Mas me diga, com o que estava distraído?
- Estava pensando em minha mãe. Vi que ela está muito triste porque um dos meus primos morreu. Eu não o conhecia, mas mamãe cuidou dele quando criança. Queria voltar por uns dias pra poder estar com ela, mas não posso e também não sei como voltar.
- Sim, você não pode voltar, por enquanto.

A senhora olhou Emuê por alguns instantes, ele tinha voltado a sonhar, voltar a por a mente em sua cidade natal, pensou nas mil coisas que poderia fazer se estivesse lá.

- Como seu primo morreu?
- Ele se matou, estava com depressão, já fazia um bom tempo. Tomava muitos remédios pra se curar, mas não adiantou.
- A tal da depressão, mais um grande problema do seu mundo. Claro que não podem acabar com essa doença com remédios. A causa dessa doença é no espírito e lá deve ser tratada.
- Como se cura a depressão sem remédio?
- Meu rapaz, preste atenção no que vou lhe dizer, vai ser útil durante a sua jornada. Todos nós somos cheios de desejos e vontades, desejamos todo tipo de coisa, mas conseguimos muito pouco dessas coisas. Algumas pessoas não conseguem reagir bem com esses desejos não realizados. Muitos querem ter dinheiro, fama, poder, mulheres e todo tipo de coisa. Quando não conseguem ser como queriam, entra num estado de frustração e tristeza. Toda depressão surge de uma frustração. Então achamos que o mundo é ruim, que somos injustiçados, que merecíamos mais do que somos e temos. Um desejo de não querer viver começa a tomar a mente, vontade de morrer. Até que um dia perdemos completamente a consciência e nos matamos. Assim é processo. A cura está no trabalho psicológico, no auto-conhecimento, na compreensão do mundo. Escute, caminhante. Entenda que tudo passa, durante a sua caminhada encontrará muitas coisas que te fascinarão, mas não se apegue a elas, pois mesmo que você as consigas, elas passarão; o ideal é não se fascinar com as coisas, a fascinação trás a inconsciência.
- Quer dizer que não devo lutar pelas coisas, nem amar as pessoas?
- Não é isso, seu tolo. Precisamos amar toda a humanidade, todos os seres e lutar pelas coisas que achamos certas e necessárias. O segredo estar em não se apegar, saber conviver com as vitórias e com as derrotas, saber que tudo chega e tudo vai, saber compreender a vida.
- Parece fazer sentido.

Emuê refletiu profundamente naquelas palavras, como se estivesse em estado de meditação. Foi interrompido mais uma vez pela senhora.

- Venha comigo. Vamos cuidar desses ferimentos, você precisa descansar.
- Por que está me ajudando?
- Porque é preciso, é minha função nesta jornada, e porque um amigo me pediu que tomasse conta de você por um tempo.

26 comentários:

Reflexo d'Alma e Meus Reflexos disse...

Rui...
que bom que foi la no meu canto.
Estou gostado de sua historia...
vamos seguindo juntos...
posto aqui tambem, passa la,
no texto que postei hj, falo de algo que sua personagem mencionou...
http://reflexodalma.blogspot.com/
Bjins entre sonhos e delírios

Reflexo d Alma disse...

Esse é meu outro endereço...

Jardel disse...

Lindo texto...

Parabéns pelo blog

Zé dos Filme disse...

belo texto

Celma Araújo disse...

Que texto bonito, vc escreve mto bem...se ainda não escreveu um livro....o que esta esperando?
bjs

cacaubertrand disse...

Pior do que sonhar demais, é não ter sonho algum. Ter expectativas é o primeiro passo pra conquistas. =)

Cláudio Luiz Almeida disse...

O Emuê me lembra o Cândido de VOLTAIRE

Victória Andressa disse...

Adorei a historinha, de verdade mesmo. Vai ter continuação né? Muitas pessoas dormem acordadas mesmo...a velhinha está certa.Muito interessante o modo como você escreve.


Se quiser ler alguma coisa:
http://tacadesabedoria.blogspot.com

César disse...

Super legal, esse texto...parabéns.

Wellington disse...

Muito bom seu texto!!! Sonhar acordado pode ser bom pra dar motivação ou ruim se não servir de nada e sim gastar tempo. X)

Grande abraço!

http://neowellblog.wordpress.com/

seuvicio disse...

Tem um s de menos em quente, e um s demais em algum pronome ali pra baixo. Tbm tem um r sobrando, em estar acho.

O nome é bem bom, Emuê, se saiu da cabeça é baguá.

Victória Andressa disse...

So pra lembrar, avisa com um comentario ou algo assim quando sair a continuação da historia??

http://tacadesabedoria.blogspot.com/
se quiser, deixa um scrap no orkut (no blog tem o endereço)
Seguindo com certeza!

Lú Rapozzo disse...

AMEI *-*o texto muito bom ^^
foi vc q escreveu ??

muito bom seu blog... seus post ...tudo

beijuxx
;**

Betty Gaeta disse...

Adorei o texto! ... e olhe que sou um bocado exigente. Mas fiquei curiosa: De que mundo era a Sra? Como ela passava para o nosso? Que amigo a mandou até nosso mundo?
Bjkas

Leonardo Ribeiro disse...

muito bom
Prabéns pelo blog

Tathynha™ disse...

Legal o Blog!
Lindo post!
Vc escreve muito bem e tem criatividade!

Dan disse...

Caralho!
Muito bom o texto!
Tirei muita lição de vida aí!

30 e poucos anos. disse...

Ótimo texto...muito bem narrado

kbritovb disse...

uhhh muito bom cara
sera que ela é um anjo mesmo?
mas as palavras delas são sabias
gostei demais

Os Confundidos disse...

perfeito seu texto!!!
vc tem um otimo talento para escritor!!!

Vanessa disse...

Nossa escreve bem mesmo..
Terei que voltar para acompanhar a história :)
Boa tarde.
Abraço;

Vinícius disse...

curti o texto!
Parabéns, blog bem feito rui.
abraço

http://silly--things.blogspot.com/ comenta lá ;D

Macaco Pipi disse...

cara
tu é cobra criada

automidia disse...

Hehehehe

Emuê parece com alguém que eu conheço!

Hehehhe

Muita boa estória!
Legal o blog!

Abraço

Leonardo Ribeiro disse...

legal

Mademoiselle disse...

Olha rapaz gostei mto do teu texto. Escreves mto bem. Parabéns, continue melhorando cada dia.
Paz seja contigo.